Segunda-feira, 14 de Novembro de 2005

Chama-se AMOR

362861.jpg


Ontem ouvia-se perigosamente o bater do Mar Norte nas rochas.


Via-se o chão coberto de folhas secas e a luz cinza invadindo o meu dia!


Procurei o calor e o conforto nos teus braços,


a luz e a esperança nos teus olhos,


a tranquilidade na tua presença


e o amor no teu coração!!


Tranquila, adormeci, porque me disseste que fora apenas a força do Vento Norte!!


Isto chama-se Amor!


G.A.(biga)


foto:Roberto Dutra (www.olhares.com)

publicado por biga às 18:22
link do post | comentar | favorito
|
14 comentários:
De Anónimo a 23 de Novembro de 2005 às 08:59
O Amor, que fácil é viver o amor numa ilha como essa! Tu já sabes eu sou um eterna apaixonada por esse teu mar, pelo meu também.. Um dia destes tenho que voltar,o amor aí tem ainda mais intensidade... Bjhs ah e aqui o vento norte também empurra as ondas para a praiamaresia
(http://www.maresiaazul.blogspot.com)
(mailto:quina777@netcabo.pt)
De Anónimo a 22 de Novembro de 2005 às 11:18
Então, amiga? Lá porque o teu marido é uma estrela televisiva já não escreves no teu blog? Por favor, volta !!!!!!!!!Beijinhosmarta
</a>
(mailto:mform@p+ortugalmail.pt)
De Anónimo a 21 de Novembro de 2005 às 09:41
Esse é o amor calmo e sereno q qq ser almeja.....
Beijos e boa semanamar
(http://devaneiosnoar.blogs.sapo.pt/)
(mailto:devaneiosnoar@sapo.pt)
De Anónimo a 20 de Novembro de 2005 às 21:39
É para isso que amamos. A protecção no aconchego dos braços do outro que nos jurou acompanhar até ao último passo. O amor que une dois seres sobre um único estandarte, pressupõe a construção de uma fortaleza de muralhas fortes e poderosas que defendam a nossa vida contra os assaltos dos ventos do norte que ciclicamente acometem-nos para o nosso derradeiro reduto, os braços ternos e brandos daquele por quem nutrimos o maior dos sentimentos. Essa muralha não é feita só de beijos e abraços. É feita com a argamassa da tolerância, a areia da partilha honesta de sentimentos e a pedra basilar do respeito e do entendimento. Sim, porque o amor não é nenhum contrato, nem pode ser negociado. Ele é a tranquilidade e a estabilidade emocional, condição essencial para quem o assume, para todo o sempre. Mesmo para lá dos liames da morte. Muitas felicidades para a Senhora que nos traz a frescura maritima do mar.
[Dominio dos Anjos]HumbertotheWizard
(http://HumbertotheWizard.Blogs.Sapo.Pt)
(mailto:HumbertotheWizard@Hotmail.Com)
De Anónimo a 20 de Novembro de 2005 às 17:15
A confiança, assim, tranquila - é prova de amor. Valeu! Um beijo fraterno.batista filho
(http://ilhamutuns.blogspot.com)
(mailto:ilhamutuns@yahoo.com.br)
De Anónimo a 19 de Novembro de 2005 às 19:55
Os ventos vem da ilha...e com eles o amor!!!pi
(http://www.olharemtonsdemaresia.blogspot.com/)
(mailto:piedadesol@netmadeira.com)
De Anónimo a 18 de Novembro de 2005 às 17:04
E que melhor palavra/nome para estes teus sentidos sentimentos: Amor! Obviamente.
.
.
Gostei muito. Bom fim de semana, Biga.
.
.
.Miguel
(http://vertentespoesia.blogspot.com/)
(mailto:as1140188@sapo.pt)
De Anónimo a 17 de Novembro de 2005 às 16:08
Só para deixar um oi !! Hoje tudo anuncia uma recaida.. doi-me a cabeça , a garganta... mas esquece.. o teu post está lindo... parece que azul está mais azul , ai pelo meio do atlântico... ou estarei enganado !!?!? Bjs doces minha doce Biga !! PescadorPescador
(http://abarcadopescador.blogspot.com/)
(mailto:ponta_da_restinga@portugalmail.pt)
De Anónimo a 17 de Novembro de 2005 às 13:25
A bravura do mar e o agitar constante das ondas revoltas trouxeram-te uma excelente inspiração para escreveres poemas lindos como este. Parabéns! Obrigada tb pela visitinha ao meu mundo. Excelente fim de semana. Bjsdocerebelde
(http://docerebelde.blogs.sapo.pt)
(mailto:docerebelde59@hotmail.com)
De Anónimo a 16 de Novembro de 2005 às 18:21
palavras doces;)

beijinhospaula
(http://horizonte2000.blogspot.com)
(mailto:estoma@mail.pt)

Comentar post