Quarta-feira, 11 de Janeiro de 2006

Estranho

464805.jpg


Sinto-me estranha.


Sinto-me diferente.


Oiço os teus sons...mas não te compreendo.


Quero ver-te...mas não te procuro.


Eras o meu vício, o meu alento, a minha tranquilidade.


Eras a minha inspiração!


Agora, sinto-me estranha, sinto-me diferente.


 Porque já não me falas,Ó Mar?!


G.A.(biga)


 

publicado por biga às 20:14
link do post | comentar | favorito
|
14 comentários:
De Anónimo a 6 de Fevereiro de 2006 às 11:59
Às vezes somos nós que estamos estranhos e não o nosso "mar".É a natureza humana amiga...Amanhã vais ver que a maré baixa, as ondas acalmarão e já poderás aproximar-te dele como é o teu costume.bjs
marta
</a>
(mailto:mform@portugalmail.pt)
De Anónimo a 31 de Janeiro de 2006 às 20:37
olá ouvi a tua voz, e adorei o teu falar. O mar sempre o mar meu companheiro, e para ti há-de voltar. Jinhos salgaditosIsa
(http://singular.blogs.sapo.pt)
(mailto:singularidade@sapo.pt)
De Anónimo a 22 de Janeiro de 2006 às 19:07
Também para mim ele tem andado silencioso... Pescador
(http://abarcadopescador.blogspot.com/)
(mailto:ponta_da_restinga@portugalmail.pt)
De Anónimo a 20 de Janeiro de 2006 às 16:28
Como compreendo estas tuas palavras... Tudo é estranho quando o silêncio se instala e nem os ecos profundos roçam os desejos mais intensos.
.
Tem um bom fim de semana...Miguel
(http://vertentespoesia.blogspot.com/)
(mailto:as1140188@sapo.pt)
De Anónimo a 19 de Janeiro de 2006 às 19:31
Um poema simples e bonito de se ler e de se dentir. Beijinhos.Fallen Angel
(http://www.sonhosencantados.blogs.sapo.pt)
(mailto:mac_marisa@yahoo.com.br)
De Anónimo a 17 de Janeiro de 2006 às 20:42
Pois é minha amiga, este recalibrar das energias está a dar conta do nosso corpo fisico, temos de tentar equilibrar-nos, harmonizar-mo-nos, eu também "tou que nem posso", hihihih, os meus chakras estão todos a vibrar, especialmente o raiz, esta nossa TERRA...Jinhos mt luminososAna
(http://www.reikiana1.blogs.sapo.pt)
(mailto:apcnr@iol.pt)
De Anónimo a 17 de Janeiro de 2006 às 15:34
Ele há-de voltar... :) Um beijinho doce *Cakau
(http://umparaisonoinferno.blogspot.com)
(mailto:lauracatarina@hotmail.com)
De Anónimo a 17 de Janeiro de 2006 às 13:17
Todos nós temos, dias, fases assim...... um pouco sem nexo, um pouco triste...... Bjs e boa semanamar
(http://devaneiosnoar.blogs.sapo.pt/)
(mailto:devaneiosnoar@sapo.pt)
De Anónimo a 17 de Janeiro de 2006 às 13:01
É sempre um prazer visitar-te Biga, mas hoje mais uma vez sinto-te triste...Sinto a tua desilusão com «o teu mar», se ele não te fala, fala-lhe tu, procura-o, fala-lhe daquilo que sempre gostaste de falar, se não há ainda esperança para umas tréguas fala contigo própria tudo aquilo que gostavas que ele ouvisse.bj gaivotadaria
(http://gaivotadaria.blogs.sapo.pt)
(mailto:bgaivota@sapo.pt)
De Anónimo a 16 de Janeiro de 2006 às 16:57
Amiga biga. Não é fácil deixar de ouvir o mar. Estou esperando tb uma aberta no tempo para poder ver o mar. :) Agora que penso o mau tempo passou quero ver em ti um sorriso e, olha para o mar, ele contigo continua a falar, tu é que estavas distraída. :) Vá lá biga um sorriso, e por certo o cinzento do céu será iluminado por ele. Olha o sol que vai nascendo, anda biga, vamos ver o Mar. http://marius708.com.sapo.pt/zeca_meninodobairronegro.wma marius70
(http://marius70.blogs.sapo.pt/)
(mailto:marius70@sapo.pt)

Comentar post