Sábado, 29 de Outubro de 2005

Bom dia !!!

271208.jpg


«Existem manhãs em que abrimos a janela e temos a impressão de que o dia nos está esperando.»


Charles Baudelaire


 


Que saudades de me sentir assim e de reencontrar o «eu» da criança que já fui!!!


G.A. (biga)


 

publicado por biga às 16:51
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
|
Sábado, 22 de Outubro de 2005

Desejo a Paz do meu Mar!

316832.jpg


Desejo a combinação perfeita das minhas madrugadas...


Todas as manhãs!


Desejo a harmonia dos meus entardeceres: o brilho, o azul, a calma, o riso e o amor...


Todos os meus dias!


Desejo um sussurro tranquilo e apaziguador...


Todas as  minhas noites!


Desejo um significado diferente para a minha existência contigo...


Toda a minha vida!


G.A. (biga)


Foto: www.olhares.com


 

publicado por biga às 13:01
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
|
Sábado, 15 de Outubro de 2005

Liberdade? Não. Medo e Revolta

178683.jpg


    « O que há de mais interessante na vida é a vida oculta: é o que se não vê, e o que cada um constrói por dentro e defende com a máscara de todos os dias.Que rumina obstinadamente hoje, amanhã, sempre, esta figura metódica e pautada, este rato de secretaria? (...) Temos de nos contentar com a directriz da sua vida. Em todo o caso sabemos o bastante: sabemos que não se leva por impulsos, que tudo nele é reflexão e pausa, e que nem o ódio é capaz de o arrancar da sombra. Nesta figura(...), cujos olhos têm reflexos duros, sente-se uma vontade de ferro.Sobre isto ambição do mando...É de deitar a fugir.Quando todos a seu lado amolecem e se apoucam como figuras subalternas, é quando ele redobra de proporções (...)Quem manda é ele, calado e oculto.(...)


     Nunca deu nas vistas.Serviu o país e os outros a rabiscar papéis e a subscrever ordens. É às vezes destes tipos apagados que depende o êxito dos(...) que não podem passar sem eles. São indispensáveis e insubstituíveis, molas ignoradas dos grandes maquinismos aparatosos, sempre a trabalhar, eles e o papel, eles e mais resmas de papel, eles e todo o exército de palavras (...) ajuntando pormenor a pormenor.


     Estes homens não recuam nunca. Fecham-se com os seus papéis e o seu sonho.São na aparência insignificantes e rinhentos, são na realidade formidáveis de minúcia e paciência de audácia calculada e fria. realizam o tipo moderno do homem de Estado, a figura (...) que domina e impõe a sua vontade a uma época, no fundo da secretaria, entre resmas de papéis catalogados, cor de papel, frios como o papel, e com uma energia que mete medo.»


in Vida e Morte de Gomes Freire de Raul Brandão


     Este texto vem a propósito dos sentimentos de medo, angústia e revolta experienciados por  mim no meu local de trabalho, esta semana : homens como os Absolutistas do tempo do General Gomes Freire e como os do Estado Novo, do tempo do Salazar ainda os há,  infelizmente, no nosso Portugal de 2005. Liberdade??? Não, apenas Medo e Revolta!!


G.A.(biga)


Foto:www.olhares.com

publicado por biga às 16:58
link do post | comentar | ver comentários (14) | favorito
|
Domingo, 9 de Outubro de 2005

« No dia em que o Céu fez amor com o Mar »

t222152.jpg


No dia em que o Céu fez amor com o Mar


brincaram golfinhos e sereias.


Nas ondas resvalaram a boca e as mãos.


Fecharam as pálpebras...


Fundiram os sentidos...


A luz do Céu desceu e o coração do Mar apertou.


Foi um alegre êxtase de nos sentirmos confundidos!!


G.A.(biga)


Foto:Roberto Dutra (www.olhares.com)

Nota: O titulo deste texto foi retirado do blog «a barcadopescador», por isso se encontra entre aspas. Todo o resto é original e serviu de  comentário ao que foi escrito pelo «pescador».
publicado por biga às 11:26
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
|
Sábado, 1 de Outubro de 2005

É o TEMPO!!

Terreiro 2005 003.jpg


Os raios do sol teimam em surgir para mais um dia...vou abrindo devagarinho os olhos para o TEMPO ... é quase manhã e o sossego da noite tranquila termina...


          daqui a pouco anoitece ...          


o TEMPO persegue-me, quero fugir dele , não posso,  tenho o relógio a prender-me...


É tempo de...


É tempo de...


É tempo de...


Sufoco...respiro fundo...grito...é de novo o TEMPO!


Sim , eu sei...o TEMPO existe primeiro do que eu... e é tão bom ter TEMPO, por isso vou apreciar saborosamente tudo o que ele me pode proporcionar...vou fazer um acordo...


 


«Fiz um acordo de coexistência pacífica com o TEMPO:


nem ele me persegue, nem eu fujo dele,


um dia a gente se encontra»                                                                       (Mário Lago)


 


G.A.(biga)


Foto: J.A.(amanhecer em Ponta Delgada)

publicado por biga às 15:49
link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito
|

mais sobre mim

pesquisar

 

Outubro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

vozes recentes

50 anos

15 anos

2008

Um dia, estarei livre do ...

Desafio de há 10 anos par...

Olhar o mundo ao contrári...

Olhar perdido

Um olhar comprometido...

Ontem

27 de Junho de 2007

vozes passadas

Outubro 2009

Abril 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Maio 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

vozes que leio

blogs SAPO
blogs SAPO

subscrever feeds